quinta-feira, 10 de junho de 2010

Ratazana ressequida


De regresso aos bichos mortos, este, oriundo de Armés, Pero Pinheiro, é especialmente dedicado ao Pedro Pereira. Ah, ah, ah!
Ah, e aproveitei para experimentar a técnica de desenho a caneta acabado com grafite, de que o E. Salavisa falou no seu blog.  


Very dry rat
In return to the dead animals, this one, from Armés, Pero Pinheiro, is especially dedicated to Pedro Pereira. Ah, ah, ah!
Oh, and I used the technique that E. Salavisa talked about in is blog, which is pen drawing finished with lead.

6 comentários:

josé louro disse...

Muita bom!

Erica disse...

Obrigada :P

Eduardo Salavisa disse...

E experimentaste muito bem.

Erica disse...

:)

Sara Simões disse...

Olá, Erica!
Deves conhecer a "Minnie", aquele rato ressequido que a Sandra e mais uns quantos desenharam nas Berlengas. Sim?
Esse morreu com um ar de bicho danado, de dentolas arreganhadas, garras de fora e causa retorcida. :)
Ias gostar muito da peça.
Eu por acaso fui das poucas que não o desenhei. Devia andar entretida a tentar apanhar a luz das falésias nas aguarelas. Fiquei com pena...

Erica disse...

Conheço pois, vi os desenhos. Este tem um ar bastante mais sereno. Se quiseres podes desenhá-lo um dia destes, tenho-o bem guardadinho! :P