segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Jardim Campo Mártires da Pátria



Cairina moschata, o pato-selvagem ou pato-mudo (não sei porquê, eles grasnam!), pode encontrar-se em abundância neste jardim. A fêmea está muito pequena em relação ao macho porque estava só a fazer uns esboços. Como os bichinhos se portaram bem deu para esticar mais o desenho.



Este raminho de sementes (até agora desconhecidas) foi apanhado no mesmo jardim e desenhado posteriormente no Café do Monte (já se está a tornar um hábito!).
Ambos os desenhos são a grafite e lápis de cor Derwent.

6 comentários:

Fuzhong! disse...

Folgo em saber que continuaram os Domingos de Desenho!
Também tenho riscado um pouco por estes lados mas tem sido difícil, com os mosquitos a entrarem-me no nariz e nos olhos.

Erica disse...

Desenha os mosquitos! Eh, eh!

Monica Cid disse...

Olá Erica!!!!
Parabéns pelo teu blog!!!
E obrigada pelo teu comentário! :)
Fiquei super interessada no teu trabalho! Para além do desenho gosto imenso de escultura!
Vou adicionar-te à lista de blogs dos blocos, pode ser?

Erica disse...

Obrigada, fico lisonjeada!

Sara Simões disse...

Olá, Erica!
Eu também já desenhei essas sementes simpáticas e inesperadas: http://velhadaldeia.blogspot.com/2008/02/lpis-graphitint-cor-grafite.html .
Também não sabia de onde vinham, mas entretanto descobri finalmente que a espécie é Grevillea robusta.

Erica disse...

Boa!
Como descobriste? Tens um guia de campo decente não? É que os meus têm tudo menos aquilo que eu desenho. =P